Segue meu Fb

1 ...

Sabe, to numa neura impressionante, nao sei nem se neura é a palavra certa pra mim.Depois dessa 'decpção' eu to diferente, mas não sei como, se é bom, se é ruim, sei lá. Eu coloquei na cuca que tenho que me fazer diferente, mas e quero muito e preciso ser. Por mim! Me fiz de forte, mas sou humana, sofri e sofro pra valer, e agora entendi que isso não é vergonha pra ninguém, ou não pra mim pelo menos. Não quero que o mundo veja minha tristeza, só quero que 'a pessoa' que me magoou veja, quero saber se sente aguma coisa, nem que seja pena. È tão triste ter esse sentimento, mas é mais forte do que eu. Eu gosto e gosto muito, to aceitando melhor isso, mas tenho que aceitar agora o fato de que a vida segue, e nem sempre quem queremos segue com a gente.  Queria muito te levar comigo, ou só te ter de vez em quando, mas ter de verdade, pra valer. Nem que seja pra dar uma voltinha no centro, pra 'ver um um filme', cantar por sms, até pra estudar seria bem vindo. Me sinto tão fraca, ás vezes deprimida, mas tem aqueles dias que me acho fodona, me acordo 'dona do mundo' e acho pouco. Mas geralmente, todas as noites, me sinto sozinha, mas com um estranho pensamento de que vai dar certo e que mereço mais que isso. E o pior é que eu sei que vai melhorar, que vai passar, mas aí está: eu não sei se quero que passe. Porque oque ainda me prende á você é essa 'tristeza', essa mágoa que ficou, e quando ela passar, nada mais nos ligará. Eu te quero na minha vida, e quero muito, mas também não quero ficar dependente de ti, sabendo que tu não tem dependencia de mim, isso dói. Dói e não é pouco, judia, maltrata e dá saudade. Eu não sei se eu te amo, mas eu te gosto muito, graças á Deus não chega a ser amor, e tenho esse medo. Se esse fim de 'quase amor' já me deixou assim, imagiana oque o amor faz! Tenho medo, mas também tenho a maldita curiosidade e né, foi através dela que tudo começou. Não me arrependo, mudaria alguma coisa, te beijaria mais, sairia mais, te 'amaria' mais, porque no fim foi que sobrou, as lembranças, idiotas e cretinas, mas que por um segundo me roubam um sorrizinho, mas depois, bem em seguida, uma lágrima ou uma tristeza arrazadora. Eu quero e preciso sair dessa, me quero de volta, sem nenhum dano, arranhão, ou qualquer tipo de perda. Obviamente que não te culpo por esse meu 'mal estar', sim, colaborou bastante, admito. Eu não devia, mas repito: sou humana, me pego pensando, não raramente, na 'gente', nas nossas tardes, nossas conversas, no nosso jeito estranho de se dar bem, na nossa capacidade de brigar todo santo dia, do meu ciúme exagerado, de como tu me ouvia, e ainda me pedia pra falar, sabendo que eu amo falar, de como tu me arrancava as coisas, me fazia contar-lhe meus sentimentos que eu escondo de tudo, de todos, até de mim mesma. Íncrível como eu sinto falta, até de quando tu me xingava por bobagens. È, sinto falta. Mas também sinto falta de mim, antes de tudo isso, como eu era. Mudanças são inevitáveis, mas nem sempre boas. Amadureci horrores contigo, até me espanto! Mas continuo aqui, não te espero mais, não como antes. E a saudade da amizade? de contar tudo, de poder falar as bobagens mais cretinas, as coisas mas toscas, de mandar sms as 2hrs da manhã dizendo que to sem sono e ficar papeando contigo. Ah, como era bom. Uma amizade colorida, uma tentativa fracassada. A gente ainda se fala, mas não é a mesma coisa, eu quero tudo como antes, se não, dispenso. Às vezes me sinto certa, ás vezes errada, só sei que sinto algo, não sei oque. Sinto que foi bem, fizemos oque tivemos vontade, sabendo que corriámos sério, seríssimo, risco de quebrar a cara no final e estragar uma amizade linda de bonita. Ah, como eu tenho vontade de te mandar essas palavras, mas tu acharia que eu to desesperada e apaixonada. - Não estou, e isso é bom, muito bom. Isso é apenas oque eu sentia e não falava, pra cada aimigo meu de verdade, posso escrever um 'texto' falando tudo oque sinto, senti, como to fazendo agora. Tu era diferente, ou eu achei que era, mas assim como usn e outros foi: conhecidos - amigos - melhores amigos - interesse - amizade colorida - sentimento - confusão - fim e mágoa. Tão clichê e tão nós ao mesmo tempo. E porque não dizer: tão triste e desnecessário.

TEXTO CRIADO POR : VIRGINIA BARBOSA

1 comentários:

Josiel Dias disse...

Olá querida Khaty Graça e Paz.
Parabéns pelo blog muito legal. Como sempre tenho dito: Aprendendo uns com os outros Crescemos em conhecimento.
Já estou seguindo seu blog e te convido para conhecer também o nosso. Ficarei feliz por vossa visita e mais ainda se nos seguir-nos.
Deus continue te abençoando ricamente
Josiel Dias
Mensagem Edificante para alma
http://josiel-dias.blogspot.com.br
Rio de Janeiro

P�gina Anterior Pr�xima P�gina Home

About

Me sigam no instagram: @Kathyrbf

 

Copyright © 2011 Charming Girl! Elaborado por Marta Allegretti
Usando Scripts de Mundo Blogger